Saiba mais sobre a Cirurgia de Implante Peitoral Masculino

Procedimentos Cirúrgicos – Implante de Silicone em Peitoral Masculino

A maioria dos homens buscam na academia ou algum outro método de exercício físico para aumentar o músculo do peitoral, aumentando o volumo nessa região, o contorno fica mais desenhado. Porém, alguns homens, mesmo depois de anos praticando atividades físicas localizadas, não conseguem atingir o resultado, e isso, também, faz com que alguns procurem intervenções estéticas cirúrgicas para realizarem suas vontades, o que vem crescendo com os anos, porém o pensamento machista ainda inibe muitos homens de realizarem esse desejo para seus corpos. 

A colocação dos implantes de silicone na região peitoral masculina, também pode ter efeito de reparação, em casos de defeitos como assimetria congênitas ou adquiridas, após uma mastectomia redutora ou por finalidade estética somente. Esses implantes, para colocação masculina, são mais finos do que as próteses que são usadas no aumento de volume de mama da mulher, seu formato é retangular. Para colocação, usa-se o método axilar, com pequena incisão.

tipos_cicatrizes

TIPOS DE DEFORMIDADE NO PEITORAL MASCULINO

Pectus Excavatum: É uma depressão na parte interior do tórax, deformando o osso externo, dessa forma, gera um desenvolvimento desalinhado das cartilagens costais.

Pactus Carinatum: O famoso “peito de pombo”, “peito de sapateiro”, ou tórax em quilha. Uma deformidade relacionada no crescimento assimétrico das cartilagens na região das costelas.

Síndrome de Poland: Essa é uma anomalia congênita e rara, se manifesta pela ausência parcial ou total do músculo do peitoral, o maior ou o menor. Podendo também ser de toda a mama e mamilo.

Pectus / Síndrome de Poland: São anomalias que deverão ser avaliadas primeiro pelo cirurgião de tórax, depois ter o parecer do cirurgião plástico quanto à confecção de próteses, preferencialmente, sob medida. Nos casos menos severos é possível colocar um implante especialmente moldado e confeccionado para aquele paciente, sem fazer a correção óssea.

AS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES SOBRE O PROCEDIMENTO DE IMPLANTE DE SILICONE NO PEITORAL MASCULINO:

Pré-operatório:

- Obrigatória a realização dos exames laboratoriais ultrasonografia da mama (em alguns casos), tomografia da parede torácica, eletrocardiograma.

- Jejum de 08 horas antes da hora marcada para a cirurgia.

- Suspender previamente o uso de medicamento que contenha AAS (ácido acetil-salicílico), arnica, ginkobiloba e anticoagulante.

- Suspender o uso de cigarros e bebidas alcoólicas.

O que é a cirurgia de implante peitoral masculino?

Uma cirurgia plástica de caráter estético ou reparador para aumento do volume da região peitoral (tórax).

Quais são as principais indicações para a cirurgia de implante peitoral masculino?

É indicada para homens que almejam um aumento na região peitoral, muitas vezes, por razões genéticas não conseguem o ganho de massa esperado através de exercícios físicos. Casos de defeitos congênitos também pode usufruir desse procedimento, a ausência do músculo peitoral uni ou bilateral e após uma mastectomia.

Quanto tempo dura o procedimento cirúrgico?

Graças aos avanços da medicina as mudanças corporais exigem procedimentos cada vez mais simples e resultados mais naturais. A cirurgia de implante peitoral dura aproximadamente 2 horas e o paciente tem alta em até 24h após o procedimento.

Como é a prótese de silicone para os homens?

Possuem a forma retangular com as bordas arredondadas e são mais finas que as usadas em corpos femininos. Fabricadas com silicone texturizado para serem colocadas abaixo do músculo peitoral maior, garantindo resultado harmônico e natural.

Como deve ser feita a escolha do volume da prótese?

De acordo com as medidas do tórax do paciente. Com isso, o seu médico cirurgião irá avaliar a quantidade de silicone que será inserido e ficará mais harmonioso ao corpo.

A cirurgia de implante de peitoral masculino deixa cicatrizes?

Sim, porém são quase imperceptíveis, pois o corte é feito na região da axila do paciente em forma de “S”, assim, disfarçando com os sinais naturais da região axilar.

Quem possui essa prótese pode malhar?

Sim, porém respeitando o tempo de parada de atividades físicas no pós-cirúrgico.

Com que idade pode ser realizada?

18 anos.

Qual o tipo de anestesia usada na cirurgia?

Anestesia local com o uso de sedação, anestesia no tórax com sedação, peridural com sedação ou geral.

Como é o pós operatório da cirurgia de implante de peitoral masculino?

Repouso relativo na primeira semana, em 14 dias são retirados os pontos e há a liberação para as atividades sociais. A prática de exercícios leves é permitida após 30 dias e exercícios com os braços 60 dias. É obrigatório o uso do colete pós-cirúrgico para evitar o deslocamento da prótese, no primeiro mês por 24 horas e no segundo mês por 12 horas. O resultado definitivo ocorre em 6 meses pós operatório, quando o edema já regrediu por completo e a cicatriz se estabilizou.

É necessária a realização de troca do implante peitoral? Com quanto tempo?

Sim, como qualquer outro implante. O tempo de troca é determinado pelo médico que realiza o procedimento, ficando responsável pelo acompanhamento do seu paciente e de como o corpo se recupera e se comporta com o novo objeto em seu interno.

Existem riscos para essa pós-operatório dessa cirurgia?

Casos de complicações são bem raros, mas as possibilidades que podemos citar são: hematomas, seromas, infecção, abertura da ferida operatória, alterações cicatriciais, deslocamento de prótese, contratura capsular, assimetria.

Curativos: São realizados nas idas ao consultório, pelo próprio médico, conforme os retornos marcados previamente.

TÉCNICAS USADAS NO PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

- Marcação das incisões axilares + área de descolamento dos tecidos.

- Antissepsia + anestesia.

- Incisão (5 cm) e descolamento tecidual.

- Confecção de lojas submusculares (atrás dos músculos peitorais).

- Revisão de áreas com sangramento.

- Inclusão dos implantes peitorais nas lojas confeccionadas.

- Fechamento das feridas operatórias + curativo + malha compressiva.

 

/uploads/oldnoticiasimages/2016/3/160_229_noticia_g.jpg