Cicatriz da abdominoplastia: quais os cuidados necessários

A temida cicatriz da abdominoplastia anda de mãos dadas com o sonho da barriguinha lisa e modelada.

Infelizmente não há maneiras de sair dessa cirurgia sem a cicatriz, mas a boa notícia é que ela fica bem escondida e com o tempo vai se tornando cada vez menor e mais semelhante à pele ao seu redor.

Além do mais, se você tomar todos os cuidados necessários com ela após a cirurgia, as chances da cicatrização ser excelente são maiores.

E para te ajudar nessa missão, a Servimedic separou esse artigo completo com os principais cuidados com a sua cicatriz da abdominoplastia, além de te explicar quais são as etapas da cicatrização e como prevenir a aparição de quelóide depois do procedimento.

Siga a leitura para ficar por dentro de tudo!

Etapas da cicatrização 

cuidados cicatriz abdominoplastia

A cicatriz da abdominoplastia passa por três etapas de sua evolução, independentemente de sua extensão e posição. Essas etapas são:

Etapa 1: chamada de período imediato, referente aos primeiros 30 dias, em que a cicatriz é fina e também discreta. Aqui, os pontos e curativos podem irritar levemente o paciente.

Etapa 2: chamada de período mediato, ocorre a partir do 30º dia. Aqui, a cicatriz fica mais grossa e passa do tom vermelho para o marrom, ficando assim até aproximadamente o 12º mês.

Etapa 3: chamada de período tardio, referente aos 12 a 18 meses após o procedimento ter ocorrido. Aqui, a cicatriz se torna mais fina e clara, ficando similar ao tecido ao seu redor.

Cuidados necessários para uma boa cicatrização

Conhecendo as etapas da cicatriz da abdominoplastia, agora é hora de ficar por dentro dos cuidados para se ter com ela. Confira abaixo!

Evitar esforços e exercícios 

Evitar fazer esforços e exercícios físicos é uma regra para os primeiros 30 dias após a abdominoplastia.

Depois disso, seu cirurgião fará uma avaliação e determinará se essa limitação continua ou se haverá uma flexibilização.

E lembre-se: não respeitar esse tempo de repouso e fazer esforços pode abrir a sua cicatriz da abdominoplastia, então leve a sério esse cuidado.

Utilizar a cinta de compressão

É comum que os médicos indiquem o uso da cinta de compressão durante os primeiros oito dias após a cirurgia, mas isso pode variar de acordo com cada caso

Independentemente dos dias que o seu cirurgião recomendar o uso da cinta de compressão, é fundamental saber qual a sua importância.

Essa cinta coloca uma pressão na região da cirurgia, ajudando a diminuir o inchaço e sustentando os tecidos que estão se cicatrizando.

Assim, ela ajuda a evitar a flacidez da pele, dores e também inchaços. Em alguns casos se faz necessário o uso de placa de contenção.

Drenagem linfática

Após uma cirurgia, é comum que o corpo retenha líquido na parte operada.

E a drenagem linfática, uma técnica de massagem manual, é capaz de estimular o sistema linfático e eliminar esses líquidos retidos do corpo.

Suas vantagens são:

  • eliminar líquido acumulado;
  • desintoxicar o organismo;
  • aumentar a oxigenação dos tecidos;
  • diminuir dores;
  • diminuir edemas;
  • trazer bem-estar ao paciente no pós-operatório.

Sendo assim, se o seu cirurgião recomendar a drenagem linfática, não a desconsidere! Ela com certeza irá te ajudar a ter os melhores resultados em sua cicatriz da abdominoplastia.

Evite a exposição ao sol

Infelizmente o sol é um inimigo dos pós-operatórios de cirurgias, principalmente das estéticas.

Isso porque ele pode trazer complicações à sua recuperação, como manchas definitivas em sua pele, irritação e até mesmo infecção.

Além do mais, a exposição ao sol sem protetor solar, mesmo depois de anos após o procedimento ter sido feito, pode escurecer a sua cicatriz da abdominoplastia.

Então fique de olho! O protetor solar é uma exigência após essa cirurgia.

Não fume durante a cicatrização

O cigarro é extremamente perigoso para a saúde de maneira geral, mas após uma cirurgia, ele se torna ainda mais ameaçador.

Isso se deve ao fato de que ele pode complicar sua recuperação, causando necroses, trombose, afastamento das duas partes da incisão, acúmulo de líquido, entre outros diversos malefícios.

Então, se você cortou o cigarro para fazer a sua abdominoplastia, aguente mais um pouco e deixe ele de lado durante o seu pós-operatório também.

Qual o tamanho da cicatriz da abdominoplastia?

Os tamanhos e formas da cicatriz da abdominoplastia variam de acordo com o caso do paciente e a técnica usada pelo cirurgião plástico.

Conheça abaixo algumas dessas técnicas e seus tamanhos.

Abdominoplastia clássica ou completa: nessa cirurgia, a cicatriz vai de um lado ao outro e fica acima dos pelos pubianos, bem na linha do quadril.

A técnica pode ser aplicada tanto na parte superior quanto na inferior da barriga, para remover flacidez muscular e excesso de pele na região.

Miniabdominoplastia: nessa cirurgia é comum que o tamanho da cicatriz seja menor e fique na altura da cesárea.

Essa técnica se assemelha a abdominoplastia tradicional, o que as diferencia é que a miniabdominoplastia retira uma quantidade menor de pele e de gordura, justamente por isso sua incisão é menor.

Abdominoplastia em âncora: nessa cirurgia a cicatriz fica em forma de um "T" invertido, lembrando uma âncora, por isso leva esse nome.

Nessa técnica, a incisão é feita em forma de "T" e ela costuma ser recomendada a pacientes que passaram pela cirurgia bariátrica, por exemplo.

O que é quelóide na cicatriz?

A queloide é um processo de cicatrização anormal, que ocorre por conta da produção em excesso de colágeno na região da cirurgia.

Essa condição pode surgir tanto em homens quanto em mulheres, deixando a pele afetada com uma cor avermelhada ou em um tom escuro.

Ela é comum em cicatrizes de cirurgia e é mais propensa a aparecer em pessoas com histórico familiar da formação de queloides na pele.

Para evitar que ela se forme em sua cicatriz da abdominoplastia, é fundamental avisar o seu cirurgião sobre essa possibilidade devido ao histórico familiar, caso haja.

O cirurgião não pode assegurar que a queloide não se formará em sua pele, mas ele pode adotar algumas medidas para diminuir as chances desse surgimento.

Alguns exemplos de medidas que ele pode adotar é o uso da fita de silicone ou sessões de betaterapia, um tratamento de radioterapia que elimina as chances de crescimento da queloide na cicatriz da cirurgia da abdominoplastia.

cicatriz pós abdominoplastia

Os melhores produtos cirúrgicos você encontra na Servimedic!

Conclusão

Como você viu ao longo deste artigo, a cicatriz da abdominoplastia é comum nessa cirurgia e basta cuidar bem dela após a operação para não ter problemas futuros.

Esses cuidados envolvem repouso nos primeiros 30 dias, evitando qualquer esforço e exercícios físicos.

Também é fundamental que você use a cinta de compressão para diminuir as dores, o inchaço e as chances de ter estrias na área operada.

Além do mais, se o seu cirurgião plástico indicar, você deve fazer a drenagem linfática e cortar o cigarro, caso fume.

E lembre-se: qualquer situação atípica deve ser informada ao seu médico!