Mamoplastia de aumento: quando ela é recomendada?

A mamoplastia de aumento se trata da cirurgia estética em que mulheres deixam os seus seios maiores.

Isso pode ser feito por elas não estarem satisfeitas com o tamanho atual de suas mamas, pode ser ocasionado pelo medo de não conseguir amamentar ou até mesmo por uma redução de peso que, consequentemente, levou a diminuição dos seios.

Mas para além da estética, a mamoplastia de aumento também pode ser realizada como uma cirurgia reparadora em casos de mulheres que precisaram retirar a mama ou parte dela por conta do câncer na região.

Independentemente do motivo, a mamoplastia de aumento pode ser feita a partir dos 15 anos de idade, mas nessa idade ela só é realizada com autorização dos pais ou responsáveis.

O procedimento sempre é feito com anestesia geral e costuma levar aproximadamente 45 minutos para ser realizado.

E aí, está interessada em saber mais sobre essa cirúrgia? Então vem com a gente que nesse artigo respondemos a todas as dúvidas mais comuns sobre o tema!

O que é a mamoplastia de aumento?

o que é mamoplastia de aumento

Como já adiantamos acima, a mamoplastia de aumento se trata de uma cirurgia estética que tem como finalidade aumentar o tamanho da mama.

Para isso, o cirurgião coloca implantes mamários sob o tecido mamário ou submuscular.

Assim, a forma e volume da mama da paciente ganham um aspecto melhor, geralmente resultando em uma maior satisfação com a nova aparência dos seios e melhora na autoestima.

E, quando a mamoplastia de aumento é indicada?

A mamoplastia de aumento costuma ser indicada em casos de:

  • mulheres que gostariam de ter suas mamas maiores;
  • mulheres que consideram que uma mama é menor do que a outra e querem ajustar isso;
  • mulheres que querem ajustar o tamanho da mama depois de uma perda de peso significativa ou depois do período de amamentação;
  • mulheres que querem corrigir as mamas após uma patologia, como o cancro da mama;
  • mulheres que querem recuperar a autoestima por meio do aumento de seus seios.

Assim, em todos esses casos, os implantes ou gordura do corpo são inseridos por meio de uma cirurgia, bem atrás de cada uma das mamas.

Esses implantes podem ser inseridos tanto atrás dos músculos do tórax, como no tecido mamário.

Passos para uma cirurgia de sucesso

Conseguiu entender um pouco melhor sobre a mamoplastia de aumento? Se identificou com os casos em que ela é indicada? 

Então, agora é hora de ficar por dentro dos passos para que a sua cirurgia seja de sucesso. Acompanhe!

Escolha um bom cirurgião

Um bom cirurgião é essencial para você realizar uma mamoplastia de aumento de sucesso, pois boa parte das etapas do processo está nas mãos do profissional que te opera.

Sendo assim, é importante saber que os médicos que são qualificados para fazer cirurgias plásticas são sempre aqueles que têm registro no Conselho Federal de Medicina (CFM) e também na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Isso porque são esses dois órgãos que nos certificam que esses profissionais passaram por cinco anos de especialização em cirurgias, sendo que destes, três foram dedicados à cirurgia plástica.

Logo, um bom cirurgião plástico irá te passar confiança durante todo o processo da mamoplastia de aumento, principalmente porque esse procedimento, como qualquer outro estético, pode oferecer riscos.

E todos esses riscos só podem ser minimizados caso você esteja em boas mãos, ou seja, com um bom profissional.

Escolha a sua prótese

A escolha da prótese depende de inúmeros fatores.

Engana-se quem pensa que essa parte diz respeito a apenas escolher o tamanho da prótese que irá implantar nos seios.

Ela também envolve alguns aspectos como:

  • qual será o posicionamento do implante;
  • como será o perfil da prótese (baixo, moderado, alto ou anatômico);
  • qual o tipo de cobertura da prótese;
  • como fazer a identificação dos fatores de risco;
  • a descoberta da existência de flacidez mamária.

Todos esses pontos devem ser discutidos com o seu cirurgião para fazer a escolha da prótese ideal para o seu corpo.

Faça todos os exames necessários

Os exames pré-operatórios são essenciais para o bom andamento da sua mamoplastia de aumento.

Eles são solicitados para evitar qualquer tipo de complicação enquanto o procedimento é realizado e também na sua fase de recuperação, como para evitar casos de infecções ou anemias.

Os exames pré-operatórios mais comuns de serem pedidos na mamoplastia de aumento são:

  • exames de sangue;
  • exame de urina;
  • exame cardíaco;
  • exame de imagem.

Tenha todos os cuidados no pós-operatório

O último passo de uma cirurgia de mamoplastia de aumento de sucesso está relacionado ao pós-operatório.

Aqui, alguns cuidados mais recorrentes que precisam ser tomados são:

  • não movimentar seus braços acima dos ombros no primeiro mês após o procedimento;
  • fazer uso contínuo do sutiã de sustentação ao longo de um mês;
  • dormir apenas de barriga para cima, jamais virando para o lado ou de bruços entre 30 e 90 dias;
  • fazer a troca de curativos corretamente durante o período de 30 e 90 dias;
  • evitar fazer exercícios físicos, pegar peso ou dirigir durante 30 dias;
  • fazer a retirada dos pontos quando o seu cirurgião indicar;
  • hidratar o redor das mamas, mas não o corte.

Principais dúvidas sobre mamoplastia de aumento

dúvidas sobre mamoplastia de aumento

1) A mamoplastia de aumento pode ser feita antes da gravidez?

Sim, a mamoplastia de aumento pode ser feita antes da gravidez.

Mas é importante ter em mente que após o período de amamentação, é comum que os seios fiquem menores ou mais caídos, mesmo com a prótese.

Assim, o mais indicado é fazer o procedimento após a fase de amamentação.

2) A prótese da mamoplastia de aumento deve ser trocada depois de 10 anos?

Geralmente a prótese mamária de silicone não precisa ser trocada.

Entretanto, é recomendável fazer visitas ao médico e exames de ressonância magnética para confirmar se está tudo bem com as próteses e se elas não passaram por alterações.

Sendo assim, podemos afirmar que algumas próteses precisam sim ser trocadas após 10 ou 20 anos, mas isso depende de cada organismo.

3) O silicone aplicado na mamoplastia de aumento pode causar câncer?

Até agora não foi comprovado que o silicone aumenta as chances de desenvolver câncer de mama.

Agora que você já sabe tudo sobre a mamoplastia de aumento, que tal conferir os produtos da Servimedic?

Conclusão

Neste artigo, nossa missão era te explicar que a mamoplastia de aumento nada mais é do que uma cirurgia estética que tem como finalidade aumentar o tamanho da mama.

E além de te explicarmos por aqui quando essa cirurgia é indicada, também apresentamos os passos para que ela seja realizada com sucesso, sendo eles:

  • escolher um bom cirurgião;
  • escolher a sua prótese;
  • fazer todos os exames indicados;
  • tomar todos os cuidados no pós-operatório.

E aí, pronta para passar por esse procedimento e ver sua autoestima melhorar?